Black Butler


Feliz junho, queridos leitores! Finalmente, metade do ano, as férias vêm aí e estamos todos ansiosos por elas (mesmo que os professores das universidades federais tenham entrado em greve e eu esteja mais ou menos de férias no momento, ainda anseio por elas). De qualquer modo, hoje novamente venho lhes falar sobre um manga. Não simplesmente um manga... É o meu manga favorito... Nada mais nada menos que Kuroshitsuji (Black Butler). Mas não quero fazer apenas um pequeno post sobre a sinopse e minhas impressões, não! Há muitíssimas coisas interessantes que merecem ser citadas quando se fala nessa história maravilhosa.

Sinópse: Em uma mansão nos arredores de Londres, na era Vitoriana, o mordomo Sebastian Michaelis serve Ciel Phantomhive,  um garoto de doze anos de idade e cabeça de uma família nobre inglesa possuidora um império industrial onde a produção é toda voltada para brinquedos e doces. Mas além disso, há um outro lado da família que atua diretamente em serviços para a Rainha. Sebastian realiza todas as tarefas exigidas por seu mestre, solucionando problemas que importunam a Inglaterra com facilidade e perfeição, por causa de sua linhagem demoníaca e do contrato com seu mestre.